Principais Engines Gráficas.

A Unreal Engine é a mais popular delas, devido à quantidade de jogos que a utilizam (tais como Mass Effect, Medal of Honor:Airborne e Unreal Tournament 3. A Unreal Engine foi criada em 1998 pela Epic Games, tendo como linguagem a C++. No quesito de compatibilidade, ela oferece suporte ao DirectX9 de 32 ou 64 bits para Windows XP, Vista e Xbox 360. DirectX10 de 32 ou 64 bit para Windows Vista, OpenGL para Linux de 32 ou 64 bits e para Playstation 3. Além disso pode renderizar elementos como NVidia PhysX, Autodesk’s Kynapse A.I., entre outros. Estando em sua terceira versão, uma Unreal Engine 4 está prevista para 2012. As texturas produzidas pela engine atingem níveis altíssimos de fidelidade, iluminação e sombreamento com apurada penumbra, sangramento e interposição de cores frias, além de outras.

A Cry Engine, lançada em 2004 pela empresa Crytek, teve seu sucesso no jogo Far Cry. Com o aprimoramento ocorrido em 2007, a Cry Engine 2 hoje é considerada uma das mais potentes no mercado. Ela utiliza, de forma pioneira, os recursos API da Microsoft, Direct3D (DirectX10) para Windows Vista, pode rodar em XP, executa Shader Model 2.0, 3.0 e 4.0, tem compatibilidade com computadores que vão de Single Core a Quad Core, suporta computadores de 32 ou 64 bits e possui um sistema próprio de física, o CryPhysics, não dando margem a nenhuma engine física terceirizada. Um fator que impressiona na engine são as nuvens volumétricas 3D, mapas sem sombras pré-processadas, reprodução do movimento do mar com avançadas técnicas e iluminação e sombras dinâmicas, etc. A CryEngine foi programada em linguagem C++.

A Source Engine surgiu em 2004, criada pela empresa Valve Software. O primeiro jogo no qual ela apareceu foi no título Counter-Strike: Source, e é famosa por esse título e por Half-Life 2. Tendo como base o código C++, a engine é capaz de reproduzir ambientes grandes renderizados em tempo real e rapidez, mas não alterando o resultado. Tem compatibilidade com Direct3D e DirectX10 (ambos para Windows de 32 ou 64 bits, e Xbox 360) e OpenGL ES (específico do caso do Playstation 3). Alguns efeitos dessa engine são os movimentos próximos da realidade contido na face dos personagens, as sombras que modificam conforme a posição do alvo distorção de objetos, dentre outros.

A Gamebryo Engine, desenvolvida pelo estúdio Emergent Game Technologies, em 2000, é também programada em código C++. Alguns títulos que utilizam essa engine são Dark Age of Camelot, Fallout 3 e Divinity 2: Ego Dragonity. Em sua versão 2.6, ela possui suporte para DirectX9 (Nintendo Wii) e DirectX10 (PC e Xbox360), além de sua versão para Playstation 3. Possui também exportador SoftImage|XSI 6.5, D3D10, geometria com otimização para cada estrutura em específico, entre outros. O que mais impressiona nessa engine é a capacidade de criação de mapas gigantescos, com um nível de detalhamento incrível, texturas impressionantes, penumbras e iluminação própria de elementos como fogo, água, fumaça e névoa.

A FrostBite Engine foi lançada em 2007, pela empresa Digital Ilusions CE (DICE), pertencente à Eletronic Arts. Usada em jogos como Battlefield: 1943 e Battlefield: Bad Company, a empresa conseguiu estabelecer novos padrões nos aspectos gráficos, físicos e principalmente sonoros. A engine tem compatibilidade com APIs, DirectX9 SM3 (PC e Xbox 360), Direct3D 10 (Windows Vista) e libGCM (Playstation 3). Os efeitos característicos dessa engine são os relacionados ao som, como surdez repentina por causa de uma explosão próxima, os sons da natureza sendo abafados por explosões, tiros sendo ouvidos ao fundo, etc. Essa engine é feita em linguagem C#.

A ID Tech Engine, feita pela ID em 1993, teve uma impressionante evolução ao longo desse tempo. Tendo sido atualizada de modo que sua linguagem de programação fosse a C++, ela é famosa por títulos como Quake 4, Doom III e Wolfenstein. Atualmente, a engine está em sua versão Tech 5. Um dos traços que se pode observar nela, são as grandes áreas abertas (mas sem perda de qualidade dos detalhes e texturas para cada objeto), tração física (responde conforme inclinação ou irregularidades), entre outros. Tem compatibilidade com DirectX9, PC, Xbox 360 e Playstation 3.

ID Tech 5

A R.A.G.E. Engine foi desenvolvida pela empresa Rockstar Games no ano de 2006. Feita no código de programação C++, tem uma arquitetura constituída por outras engines que trabalham em conjunto para realização de vários serviços (como exemplo, o aplicativo de animação Euphorya e o de física, Bullet). Ela é compatível com as tecnologias Direct3D 9, DirectX10 e Open GL, e sua performance pode ser ajustada de acordo com a capacidade de cada máquina (PC, Xbox 360 e Playstation 3). Um fator dessa engine é o comportamento heterogêneo de pedestres (eles atuam de uma forma diferenciada para cada situação), diversidades de estruturas, movimentação de fluídos volumétricos e o fato de os cenários (que são grandes) carregarem automaticamente enquanto o jogo se desenrola. Um título famoso usando esa engine é o “Grand Theft Auto IV”.

Temos também a MT Framework Engine, desenvolvida pela Capcom em 2005, e encontra-se na atualização 2.0. A engine é direcionada a multiplataformas, devido aos significados dados à sigla “MT” (“Multi-Thread”, “Meta Tools” ou “Multi-Target”, sendo traduzidas como multi-funcionalidades [dos aplicativos contidos na engine], inúmeras ferramentas e múltiplos alvos, respectivamente). A engine é compatível com  DirectX9, DirectX10 (PC, Xbox 360) e PS3. A engine já está preparada para rodar em DirectX11 também. Um fato interessante dessa engine é a simulação física dos personagens (apetrechos, acessórios, roupas e partes do corpo, como olhos e cabelos), a colisão realística e os movimentos dinâmicos que as personagens adquirem. Alguns títulos famosos com essa engine são “Street Fighter IV”, “Deadrising 2” e “Devil May Cry 4”.

A Jupiter Extended Engine, criada pela empresa Touchdown Entertainment e Lithtech (antiga Monolith), no ano de 2005. Tem compatibilidade com Windows e Xbox 360, e foi programada em linguagem C++. Essa engine utiliza DirectX9 e Havok, fora outras engines. Dentre seus efeitos, temos água, fogo, névoa, céus, sistemas de partículas, mapeamento do meio onde o personagem se encontra, entre outros.

A Ego Engine, criada pela empresa Codemasters (pertencente à Sony Computer Entertainment) é uma versão modificada da Neon Engine, usada em “Colin McRae: Dirt”. A Ego foi criada usando a engine gráfica da Sony, a PhyreEngine. Entre os jogos famosos estão “Operation Flashpoint: Dragon Raising” e “F1 2010”. Tem compatibilidade com as plataformas Playstation 3, Microsoft Windows e Xbox 360. Um dos pontos autos dessa engine é a capacidade de criar efeitos luminosos, como uma luz através da neblina. Baseado no ano do primeiro jogo, teve sua criação em 2006 (baseada na data do primeiro jogo usando essa engine, o “Colin McRae: Dirt”. 

A Chrome Engine, atualmente em sua quarta versão, teve seu início em 2002 (que foi o lançamento do jogo “Chrome”) pela empresa Techland. Atualmente na versão 4, a Chrome Engine é feita na linguagem C++ e tem compatibilidade com Windows, Xbox 360 e Playstation 3. Entre os efeitos temos um sistema de matérias, gráficos de terrenos, vegetação realista, técnicas avançadas de sombreamento, entre outras. Outros títulos utilizando a tecnologia Chrome seriam “Dead Island”, “Chrome 2” e “Call of Juarez: Bound in Blood”.

Electron Engine: baseado no Aurora Engine, motor gráfico usados em jogos de RPG, ele foi usado pra o desenvolvimento do jogo Neverwinter Nights 2, veja na Figura 3.2 a capacidade gráfica desse motor. (OBSIDIAN ENTERTAINMENT, 2007

Doom 3 Engine: usados nos jogos Doom 3, Quake 4, Prey e Quake Wars. (DOOM 3 ENGINE, 2007).

Odyssey Engine: motor desenvolvido pela LucasArts, usado em Star Wars: Knights of the Old Republic. (BIOWARE, 2007). Abaixo, alguns motores gráficos livres:  Axiom Engine: projeto que contem o núcleo do motor OGRE3D. (AXIOM ENGINE, 2007).

Crystal Space: uma boa estrutura para desenvolvimento de aplicações 3D. (CRYSTAL SPACE, 2007).

DarkPlaces: um dos motores livres mais avançados para desenvolvimentos de jogos. Com a arquitetura baseada no Quake III engine. (DARKPLACES, 2007).

Game Blender: uma subaplicação do Blender para a criação de jogos. (BLENDER, 2007).

Irrlicht Engine (IRRLICHT, 2003): plataforma 3D leve com bons gráficos.  Jirr Engine (JIRR, 2007): versão na linguagem Java do motor Irrlicht.

OGRE Engine: um dos motores gráficos orientado a objeto mais populares, também chamado de OGRE3D. Na Figura 3.4, podemos ver a qualidade gráfica de um jogo que usa esse motor. (OGRE3D, 2007).

Panda3D Engine: motor para desenvolvimento rápido, feito na linguagem Python. (PANDA3D, 2007).

ProQuake: uma modificação do motor Quake engine. (PROQUAKE, 2007).

Earth-4 Engine: motor gráfico usado no jogo Earth 2160. (EARTH 2150, 2007).

GameSalad – um game engine2D  usado noiPhone e no Apple Safari Web-plugin desenvolvido por Gendai Games. Feita para rapido desenvolvimento de software

Glacier, Glacier2 – Desenvolvido pela IO Interactive e usada na serie de games Hitman . Glacier2 é uma nova geraçao de engineconstantemente em desenvolvimento para games q irao lançar futuramente.

GrimE – usado pela LucasArts nos graficos de games de aventura começando com Grim Fandango.

Hedgehog Engine – desenvolvido pelo Sonic Team com a capacidade de rendering de graficos de alta qualidadea uma rapida velocidade.foi usado pela primeira vez no Sonic Unleashed.

Leadwerks Engine – éuma  engine 3d para rendering, som, and physics em jogos de tempo real e de simulaçao

Medusa – copm a linguagem C++ é um game engine2D  desenvolvido por Palestar e foi usado no DarkSpace MMO. It features distributed world simulation, single tool version control and asset realisation, cross-platform compatibility and an integrated client/server network system

MT Framework – Game engine desenvolvida pela Capcom e usada nos games de Xbox 360, Playstation 3 e PC.

PhyreEngine – Engine grafica da Sony Computer Entertainmentusada em PC e PS3.

Q (game engine) – um customizado framewore ferramentas da Qube Software para PC, Wii, PS2, PS3, Xbox, Xbox 360, PSP, iPhone etc criada pelo time por tras da Direct3D

RenderWare – A 3D API e graficos rendering engine.

Revolution3D – A 3D engine grafica desenvolvida por X-Dream Project.

Torque Game Engine Advanced – aproxima geraçao  game engine 3d suporta moderna GPU hardware e shaders.

Unity –uma engine 3d aberta(open source)/software engine interativa para web, Windows, Mac OS X,  iPhone, e Nintendo Wii

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: